Nativos digitais não sabem buscar conhecimento na internet, diz OCDE

A familiaridade dos adolescentes atuais com a tecnologia, que faz deles nativos digitais, não os torna automaticamente habilitados para compreender, distinguir e usar de modo eficiente o conhecimento disponível na internet. Pelo contrário, os dados sugerem que eles são, em grande parte, incapazes de compreender nuances ou ambiguidades em textos, localizar materiais confiáveis em buscasContinuar lendo “Nativos digitais não sabem buscar conhecimento na internet, diz OCDE”

Alberto Manguel sobre livros e literatura

Trechos da entrevista de Alberto Manguel para a revista Veja em 1999. Manguel nasceu em 1948, em Buenos Aires, e hoje é cidadão canadense. Passou a infância em Israel, estudou na Argentina e vive atualmente no interior da França. É ensaísta, organizador de antologias, tradutor, editor e romancista. A atual cultura de imagens é superficialíssima, aoContinuar lendo “Alberto Manguel sobre livros e literatura”

Infobesidade: faça uma dieta de leituras

Passar o dia inteiro lendo bobagem nas redes sociais é tão saudável para a mente quanto viver à base de fast-food é para o corpo. Esse é o tema do artigo de opinião a seguir, escrito por Danilo Venticinque e publicado na revista Época: O Facebook está insuportável hoje. Pelo menos foi isso o que um amigo meContinuar lendo “Infobesidade: faça uma dieta de leituras”

Crônicas sobre nossa percepção do tempo

Veja também: Sobre os nomes dos meses e dias da semana Reuni todas essas crônicas em um único post porque elas tratam de um assunto em comum: a nossa percepção do tempo. Não são sobre o tempo propriamente dito, enquanto categoria da física, da cosmologia ou da metafísica. São sobre a maneira como nós oContinuar lendo “Crônicas sobre nossa percepção do tempo”

Cientistas da Universidade de Washington conseguem hackear computador usando DNA

Parece ficção científica, mas não é: cientistas da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, descobriram que é possível hackear um computador usando DNA. O DNA é basicamente uma forma biológica de guardar informações, as quais podem ser lidas por um computador. Os pesquisadores então programaram um malware (um tipo de vírus) em uma sequência de DNAContinuar lendo “Cientistas da Universidade de Washington conseguem hackear computador usando DNA”

O passado da língua portuguesa e a origem de algumas expressões populares brasileiras

Origem de algumas expressões populares brasileiras Extraído dos livros De onde vêm as palavras: origens e curiosidades da língua portuguesa, de Deonísio Silva (1997); e O Dialeto Caipira, de Amadeu Amaral (1982). Uai: Há controvérsias quanto à origem desse típico dialeto caipira, muito falado nos estados de Minas Gerais e Goiás. Para o filólogo Amadeu Amaral (1875-1929), essa expressão, que indica surpresa ou dúvida, teriaContinuar lendo “O passado da língua portuguesa e a origem de algumas expressões populares brasileiras”

Da pedra à internet

A humanidade demorou para evoluir suas formas de comunicação. Antes de inventar a escrita, passamos milhares de anos usando basicamente gestos e grunhidos. Até a fala custou a aparecer; quando começou a ser desenvolvida, as pinturas rupestres já existiam. Em compensação, depois disso, tudo se acelerou. Na base da conversa, começamos a trocar conhecimentos, principalmente deContinuar lendo “Da pedra à internet”

O que pode a tecnologia?

O programa Café Filosófico exibido no dia 14 de novembro de 2009 pela TV Cultura recebeu como convidado o cientista da informação e da computação, engenheiro de software e professor paraibano Silvio Meira. Assista na íntegra:

O papel tem futuro

Para o escritor americano Nicholas Basbanes, que pesquisou a história dos meios de conservar a escrita, o papel continuará a ser importante para a humanidade, porque jamais será substituído. É o que mostra a matéria a seguir, publicada na revista Época. “A sociedade sem papel está se aproximando, queiramos ou não. Podemos escolher ignorar o mundoContinuar lendo “O papel tem futuro”

Como o advento da internet está mudando o funcionamento do cérebro humano

Artigo de Nicholas Carr, publicado originalmente em inglês no portal The Atlantic. Há alguns anos tenho a impressão de que algo vem mexendo com meu cérebro, remapeando os circuitos neuronais, reprogramando a memória. Minha mente está mudando. Não estou mais pensando como costumava pensar. Percebo isso de modo mais acentuado quando estou lendo. Mergulhar num livro,Continuar lendo “Como o advento da internet está mudando o funcionamento do cérebro humano”