Pessoas ignorantes em política devem ter o direito de votar?

Artigo de opinião do professor e cientista político português João Pereira Coutinho para o jornal Folha de S.Paulo do dia 27 de setembro de 2016. Vamos ser honestos? A democracia não é o melhor regime político. Você sabe disso. Muitas vezes, as maiorias elegem governos incompetentes, mentirosos, corruptos e autoritários. Então surge a pergunta: Devemos concederContinuar lendo “Pessoas ignorantes em política devem ter o direito de votar?”

Por que políticos mentem?

Trecho de um artigo do economista americano Thomas Sowell. O fato de que muitos políticos de carreira são mentirosos descarados e compulsivos não é apenas uma característica inerente à classe política: é também um reflexo do eleitorado. Quando as pessoas querem o impossível, somente mentirosos e demagogos podem satisfazê-las. Mas quando a realidade se impõe eContinuar lendo “Por que políticos mentem?”

Meritocracia não é um conceito capitalista

Neste breve artigo, Rodrigo da Silva argumenta que a meritocracia não é um conceito capitalista, como geralmente se pensa. Pelo contrário, a meritocracia seria um conceito anticapitalista. Uma tese bastante incomum, mas que faz muito sentido. Meritocracia não é um conceito capitalista. Pelo contrário. Esse é provavelmente o maior mito econômico de nosso tempo. Por mais estranhoContinuar lendo “Meritocracia não é um conceito capitalista”

De onde vem a moralidade?

De onde vem a moralidade? Quem ou o quê orienta nossos padrões morais? Como foi estabelecido o prumo pelo qual determinamos o que é certo e o que é errado? Razão? Evolução? Consciência? Natureza humana? Utilitarismo? Peter Kreeft, professor de filosofia do Boston College, discute estas questões neste vídeo da Prager University. O ser humanoContinuar lendo “De onde vem a moralidade?”

A ilusão política das grandes manifestações

Crônica de Fernando Pessoa (1888-1935), consagrado poeta português, extraída de sua obra Ideias Políticas. Embora fosse aplicada diretamente a Portugal no início do século 20, sua opinião continua espantosamente atual. Nisto de manifestações populares, o mais difícil é interpretá-las. Em geral, quem a elas assiste ou sabe delas ingenuamente as interpreta pelos fatos como seContinuar lendo “A ilusão política das grandes manifestações”