Por que políticos mentem?

Trecho de um artigo do economista americano Thomas Sowell.

O fato de que muitos políticos de carreira são mentirosos descarados e compulsivos não é apenas uma característica inerente à classe política; é também um reflexo do eleitorado. Quando as pessoas querem o impossível, somente os mentirosos demagogos podem satisfazê-las. Porém, quando a realidade se impõe e os efeitos econômicos de medidas populistas começam a cobrar seu preço, os eleitores finalmente percebem que foram enganados.  E então começam a reclamar que os demagogos lhes venderam ilusões.

Essas pessoas são as mesmas que, no passado, não apenas acreditaram piamente nas promessas dos demagogos, como também ignoraram rispidamente todos os alertas, feitos pelos mais sensatos, de que determinadas políticas populistas eram insustentáveis e cobrariam um preço muito caro no futuro. Pessoas que se recusam a aceitar verdades desagradáveis quando estas são ditas em épocas de bonança não têm o direito de, no futuro, reclamar que os políticos mentiram e que elas foram enganadas. Afinal, com essa mentalidade, que outro tipo de candidato essas pessoas elegeriam?

Nada é mais fácil para um político do que prometer benefícios governamentais que não poderão ser cumpridos. E, enquanto o dia do ajuste de contas não chega, há diversas maneiras de aparentemente superar os problemas que surgirão. Se a arrecadação do governo não estiver conseguindo acompanhar o ritmo do seu aumento de gastos, ele pode imprimir mais dinheiro, por exemplo. Será que é realmente tão surpreendente que eleitores com expectativas fantasiosas e irreais elejam políticos que mentem descaradamente sobre serem capazes de cumprir tais fantasias?

Promessas sublimes sobre “justiça social” e “igualdade” não passam de estratagemas feitos para aumentar o poder dos políticos, uma vez que tais belas palavras não possuem nenhuma definição concreta. Elas nada mais são do que um cheque em branco para criar uma gigantesca disparidade de poder que, em comparação, ofusca completamente as disparidades de renda — e é muito mais perigosa. Quem não entende o completo cinismo que existe na política não entende nada de política.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s