Por que nossos bairros são tão feios?

Artigo de opinião de Wesley Satto. Depois de ver como são os bairros nos Estados Unidos e no Canadá, percebi quão desorganizados e desagradáveis são os nossos bairros. Casas amontoadas, ruas sem calçadas, sem arborização. A falta de planejamento dos moradores para uma distribuição espacial adequada transforma nossos bairros numa verdadeira catástrofe urbanística. Além daContinuar lendo “Por que nossos bairros são tão feios?”

Cientistas da Universidade de Washington hackeam computador usando DNA

Parece ficção científica, mas não é: cientistas da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, descobriram que é possível hackear um computador usando DNA. O DNA é basicamente uma forma biológica de guardar informações, as quais podem ser lidas por um computador. Os pesquisadores então programaram um malware (um tipo de vírus) em uma sequência de DNAContinuar lendo “Cientistas da Universidade de Washington hackeam computador usando DNA”

O que temos a perder

A nossa civilização é mais preciosa e mais frágil do que a maioria das pessoas supõe. É o que defende o médico britânico Theodore Dalrymple no artigo abaixo, publicado originalmente no City Journal no outono de 2001. O texto foi traduzido na íntegra por Aluízio Couto e publicado no portal Crítica na Rede. Sempre que nos informamosContinuar lendo “O que temos a perder”

Qual foi o primeiro atentado terrorista de que se tem notícia na história moderna?

Em tempos de terrorismo ocupando as manchetes com cada vez mais frequência pelo mundo, é natural questionarmos como e quando essa barbárie começou. A reportagem exibida no Fantástico deste domingo (03) saciou nossa curiosidade: O primeiro atentado terrorista de que se tem registro na era moderna aconteceu em Paris, no final do século 19, deixando toda a sociedade daContinuar lendo “Qual foi o primeiro atentado terrorista de que se tem notícia na história moderna?”

Como medir a qualidade de uma cidade

Artigo publicado na revista Gangorra para comemorar o Dia Mundial Sem Carro. Quer saber se uma cidade é boa ou ruim? É simples: olhe para fora da janela e tente calcular a proporção de crianças entre as pessoas que estão na rua. A cada 100 pessoas que passam, quantas são crianças caminhando para a escola, pedalando pela rua ou brincandoContinuar lendo “Como medir a qualidade de uma cidade”