Sobre

charles

Charles Andrade Santana
Doutorando em filosofia na UFRN
Mestre em filosofia pela Unicamp
Técnico-administrativo da UFPB

Nasci e cresci na cidade de João Pessoa. Sempre estudei em escola pública e tive uma infância e adolescência bem intensa: viajei de bike, fiz trilha de madrugada, acampei na mata, tomei banho de cachoeira, plantei uma árvore, desenhei um gibi, toquei gaita e bateria, fiz saltos ornamentais e motocross, protagonizei uma peça de teatro em turnê por várias cidades e representei a Paraíba nas Olimpíadas Brasileiras de Matemática (OBMEP). Aos 12 anos já havia conquistado a admiração geral (da minha mãe e minha avó). Aos 16, já era conhecido em vários lugares do mundo (todos eles na Paraíba).

Para conseguir alguma grana durante o ensino médio, dei aulas particulares de matemática e física para concursos e vestibulares. Na universidade, por pura indecisão, cheguei a cursar engenharia, psicologia, jornalismo e até passei em medicina, mas sem nenhuma intenção de cursar. Esse último feito, aliás, me colocou em destaque no G1 nacional com uma matéria que é até hoje a segunda mais acessada do G1 Paraíba, segundo os editores. A repercussão foi tanta que eu acabei fazendo aqui no blog uma série com dicas de estudo para responder às pessoas que me perguntavam o que eu quis dizer com “estudar do jeito certo”, o que significa “estudar para a vida”, como é a minha rotina de estudos, enfim, como passar em concursos e vestibulares.

Veja também:
Aprovado em medicina fez prova só para testar conhecimentos
Aprovado em 7 vestibulares e 4 concursos dá dicas de estudo

Atualmente sou servidor técnico-administrativo da UFPB (desde 2010), bacharel em filosofia também pela UFPB (2016) e mestre em filosofia pela UNICAMP (2020), com uma dissertação sobre a teoria aristotélica da demonstração científica. Estou cursando o doutorado (PhD) em filosofia na UFRN, com uma tese sobre as noções aristotélicas de ciência e inteligência (episteme e nous). Pecador por natureza e cristão por graça, sou casado com Milena e pai de Catarina (6 anos).

Currículo Lattes


Uma curiosidade: O nome “charlezine”, que dei a este blog quando o criei em 2010, é uma junção do meu nome com a palavra “magazine” (“revista”, em inglês). A ideia que circulava na época era que blogs são como revistas eletrônicas.


.